segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Quase morta...


Tinha ido deixar Toquinho no seu novo lar quando a avistamos. Aquela coisinha preta estava ali, inerte, no acostamento de uma avenida de grande movimento. A princípio, pensei que era um saco de lixo. Quando me aproximei, vi que era uma cadelinha. Seu corpinho esquálido e quase sem vida, fritava no asfalto aquecido pelo sol de meio-dia. Estava tão fraca que entrou em choque... Não conseguindo seguir adiante para se abrigar numa sombra, caiu ali e ali ficou...

Parei o carro e ao me deparar com aquela coisinha 'seca' e semi-morta, é claro, não consegui pensar em outra coisa a não ser tirá-la de lá. Seu estado era lastimável... Pedi a Alexandra que a pegasse. Buscamos informações e soubemos que seu dono (sim! ela tinha um dono!) era um morador daquela vizinhança e fiquei ainda mais chocada... Como alguém que se diz 'humano' deixou que aquela criatura chegasse a tal estado de desnutrição? Existe humanidade nisso?


Levei-a para a clínica veterinária e após a consulta e coleta de sangue deixei-a internada... seu estado era muito grave. A anemia era mais que profunda... Não conseguia ficar em pé, não reagia a estímulos, não conseguia beber e nem comer. Não tinha mais uma gota de sangue circulando em seu organismo, era praticamente um 'zumbi' e nem era aconselhável colocá-la no soro pois isso poderia acarretar um choque.


Foi solicitado hemograma e pesquisa de leishmaniose e enquanto esperamos o resultado dos exames, foi necessária a colocação de uma sonda afim de começar a introduzir a alimentação de forma gradual, pois não consegue comer espontaneamente. Também começou a tomar suplemento vitamínico e tratar a 'doença do carrapato', é claro... condição quase que 'si ne qua non' para animais que vivem nas ruas... Recebeu, do próprio vet que a atendeu, o nome de Dora. Dora de ADORÁVEL...

Decidiu-se aguardar mais uns 2 dias para ver como seu estado evolui, pois caso não responda bem ao tratamento, terá de ser submetida a uma transfusão de sangue... Enquanto isso, faço visitas diárias afim de levar-lhe um pouco de carinho e esperança para que tenha forças para se recuperar e poder ter novamente uma chance de ser uma cadelinha feliz...

Paz e luz, sempre...

______________________________________________________

PS: Obrigada, Alexandra, por esse coração cheio de compaixão pelos animais e por toda a força e parceria... Que Deus te abençõe sempre!
_______________________________________________

Agradeço imensamente à todos que visitam, torcem e acompanham, e peço que nos ajudem divulgando nosso trabalho em suas listas e conscientizando pessoas no sentido de valorizar e respeitar a vida em todas as sua formas de expressão, dispensando aos seus animais de estimação, os cuidados básicos de alimentação, higiene e assistência veterinária, NÃO OS ABANDONANDO por estarem doentes ou velhinhos, buscando meios de CASTRÁ-LOS afim de evitar crias indesejadas e conseqüentemente o aumento da população animal de ruas e assim, exercendo exemplarmente a POSSE RESPONSÁVEL!!!!

__________________________________________________________

POSSE RESPONSÁVEL: mais que um conceito. Uma atitude que vai mudar o mundo pra sempre...

2 comentários:

Paulinha disse...

Tadinha, Alice!!! Estou torcendo para ela se recuperar....

zanolly maria disse...

Alice, graças a Deus existe pessoas como você salvando Vidas. Continue assim Amigona.
Parabéns. Que Jesus sempre continue te iluminando...
Bjs.

Nolly